Sinais, dúvidas e certezas sobre Propósito

Tive que vir aqui comentar o post de hoje! Não me “guento” com essas sincronicidades!

Com tantas discussões sobre propósito, qualidade de vida e novas opções profissionais, sempre me pergunto como o mercado corporativo vai se adaptar a essa realidade para continuar atraindo profissionais comprometidos com o auto desenvolvimento e conscientes dessa nova fase. Porque um profissional com boa capacidade de realização vai “se vender” para uma empresa e não para um cliente?

Tenho jogado muitas questões no ar e recebo as respostas das mais variadas formas. Posts, filmes, músicas. Entrei nesse fluxo maluco e perfeito da abundância e rio muito sozinha ouvindo os sussurros do Universo. Essa semana a resposta veio por whatsapp. Meu amigo Emerson escreveu esse texto que me lembrou da velha dinâmica corporativa e ao mesmo tempo me renovou a certeza de que essa postura está com os dias contados.

Não dá mais para separar vida profissional e pessoal. Ninguém mais quer vestir uma máscara no horário comercial!

Meu recado

Queridos antigos gestores do tempo da pedra, o que tenho para dizer… Deixa pra lá, nenhum de vocês tem o bom hábito da leitura, (coincidência, claro!) que dirá ler um blog sobre coisas não palpáveis como esse. Fica pra próxima!

Queridos amigos que ainda não veem o caminho: busquem o exemplo do que vocês querem. Olhem os líderes, as empresas, as comunidades que partilham dos mesmos valores que vocês. Eles existem! Tentar evitar o que não queremos só atraí mais do que não queremos. Procure mais do que você quer e encontrará!

Queridos amigos que veem esse caminho: me contem a sua visão, please! Se quiser anonimato uso o “conversando com um amigo” de sempre. Novas visões sempre enriquecem meus posts!

Outros sussurros do Uni sobre esse assunto

Hoje de manhã o Facebook me lembrou desse artigo que meu pai compartilhou no Blog dele em 2012! Ele já falava sobre propósito!

Minha super coach, Carol Monteiro, que está me mandando vários insights diretamente do MIT essa semana (tô chique benhê!). Falamos recentemente: 1 – desse curso da Singularity University; 2 – de como a motivação pela “recompensa dinheiro” ativa a dopamina em nosso cérebro e que outras sensações como, sensação de pertencimento e sentido de propósito ativam muito mais esse mesmo mecanismo. Dopamina pura! 3 – sempre conversamos sobre vários fatos, matérias e pessoas que estão nos mostrando como essa mentalidade está mudando em todas as grandes instituições de formação de líderes. Será um efeito em cascata sem volta!

Amém!

Sofia

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s