Sobre as Lições de Louise Hay

Li agora pouco que a Louise Hay faleceu hoje de manhã e lembrei do livro que estava lendo pouco antes de começar a escrever aqui no Filosofiasblog. O livro se chama “Você pode curar sua vida” e foi o primeiro livro de auto ajuda que eu li realmente fazendo os exercícios. E aqui vai um segredo para você que nunca fez os exercícios dos livros de auto ajuda: a única forma de os livros te afetarem internamente no longo prazo é exercitando o que você está lendo!

Procurei informações sobre a notícia para ter certeza de que não era boato e não achei nenhum site em português com informações. Então, se você está na mesma situação que eu há uns vinte minutos, te informo que “ela faleceu pacificamente de causas naturais, em sua casa, aos 90 anos de idade, cercada por seus entes queridos”, de acordo com a sua página no facebook.

Esse processo de passagem tem sido assunto recorrente nas últimas semanas. Não sofri o falecimento de ninguém próximo, mas muitas pessoas próximas estão passando pelo processo de luto e isso me fez pensar sobre mudanças que não desejamos, mas que são inevitáveis, sobre como algo precisa morrer para que o novo tenha espaço para chegar, sobre como lidamos com a dor real, sobre como a morte nos põe em diferente perspectiva sobre a vida.

Porque a morte dela hoje me faz ter tanta vontade de escrever sobre a obra dela mais do que ontem? Porque parece mais urgente hoje? Porque o significado que ela teve na minha vida ficou tão maior? Essa sensação de perda não deveria ser nosso principal motivador, mas gostaria de fazer essa homenagem…

Vou atualizar esse post nos próximos dias com as principais lições que ela nos deixou.

Frases inspiradoras:

  • A única coisa sobre a qual você tem controle é o seu pensamento atual.
  • O que nós damos… é o que recebemos!
  • Amar a si mesmo! Essa é a mágica que dissolve problemas.
  • Não pense que sua mente está no controle. Você é que controla sua mente. Você usa sua mente.
  • Dentro de nós estão as respostas para todas as perguntas que podemos fazer.
    Você não tem ideia do quanto é sábio!
  • Se um pensamento ou crença não lhe é mais útil, livre-se dele!
  • O amar a si mesmo, amar o eu, começa com jamais nos criticarmos por nada. A crítica nos tranca dentro do padrão que estamos tentando modificar.
  • Existe um incrível poder e inteligência no seu interior constantemente reagindo aos seus pensamentos e palavras.
  • O ponto do poder está sempre no momento presente.
  • Quando criamos paz, harmonia e equilíbrio em nossas mentes, os encontramos em nossas vidas.
  • Não existe nenhuma lei que diga que só porque você um dia acreditou em alguma coisa é obrigado a acreditar nela para sempre. Seu problema não precisa mais ser verdade para você. Ele agora pode sumir no nada, de onde veio. E você pode fazer isso.

Nesse link há diversas afirmações positivas tiradas dos livros da Louise.

Esse foi o último texto publicado por ela:

“Meus queridos,

O perdão é uma área difícil para tantas pessoas. Todos precisamos fazer o trabalho de perdão. Qualquer pessoa que tenha um problema de amar a si mesmo está presa nesta área. O perdão abre nossos corações ao amor próprio. Muitos de nós trazem rancores por anos e anos. Sentimo-nos justos por causa do que eles nos fizeram. Eu chamo isso de estar preso na prisão de ressentimento auto-justo. Nós ficamos certos. Nunca chegamos a ser felizes.

Eu quase posso ouvir você dizendo: “Mas você não sabe o que fizeram comigo; É imperdoável. “Não ser disposto a perdoar é uma coisa terrível a se fazer. A amargura é como engolir uma colher de chá de veneno todos os dias. Acumula e prejudica você. É impossível ser saudável e grato quando você se mantém ligado ao passado. O incidente é longo e acabou. Sim, é verdade que eles não se comportaram bem. No entanto, acabou. Você pode sentir que se você perdoá-los, então você está dizendo que o que eles fizeram estava bem.
Uma das nossas maiores lições espirituais é entender que todos estão fazendo o melhor que podem em qualquer momento. As pessoas só podem fazer muito com a compreensão, consciência e conhecimento que eles têm. Invariavelmente, qualquer pessoa que maltrata alguém se maltratou como uma criança. Quanto maior a violência, maior a sua própria dor interior e mais podem atacar. Isso não quer dizer que seu comportamento seja aceitável ou desculpável. No entanto, para o seu próprio crescimento espiritual, devemos estar conscientes da sua dor.

O incidente acabou. Talvez por muito tempo. Deixe ir. Permita-se ser livre. Saia da prisão e entre na luz do sol. Se o incidente ainda está acontecendo, então pergunte-se por que você pensa tão pouco em si mesmo que você ainda aguenta. Por que você fica em tal situação? Não perca tempo tentando “ficar igual”. Isso não funciona. O que você dá sempre volta para você. Então, deixe cair o passado e trabalhe em se amar a si mesmo no agora. Então você terá um futuro maravilhoso. A pessoa que é mais difícil de perdoar é quem pode ensinar-lhe as maiores lições. Quando você se ama o suficiente para se elevar acima da situação antiga, então a compreensão e o perdão serão fáceis. E você será livre.

Aqui estão algumas afirmações de exemplo que você pode dizer para o perdão:

• Agora é seguro para eu liberar todos os meus traumas de infância e me mudar para o amor.
• Eu sei que não posso assumir a responsabilidade por outras pessoas. Todos estamos sob a Lei de nossa própria consciência.
• Eu perdoo todos no meu passado por todos os erros percebidos. Libero-os com Amor.”

“In the infinity of life where I am, all is perfect, whole, and complete.”

– Louise Hay –

P.S. Trecho do post na página do facebook: “Reid Tracy, presidente e CEO da HAY HOUSE, Inc: “Conhecer Louise mudou a direção da minha vida. A sua paixão por servir os outros traduziu-se em tudo o que ela fez. Simplesmente trabalhando ao lado dela, um contador analítico como eu transformou-se em alguém que se tornou consciente do poder das afirmações e do amor próprio. Ter a possibilidade de aprender com ela tem sido uma das maiores bênçãos da minha vida. A beleza de Louise era que você não tinha que trabalhar ao lado dela para aprender com ela, você sentia que estava lá com ela, com cada palavra que você leu ou ouviu.”

O Hay House vai continuar com o legado de Louise e continuar a publicar produtos e cursos de aprendizagem online que se alinhar com a sua mensagem de autoconhecimento e amor próprio.

A propriedade de Louise Hay, bem como todos os futuros direitos autorais, serão doados à The Hay Foundation, uma organização sem fins lucrativos criada por Louise, que apoia financeiramente diversas organizações que fornecem alimentos, abrigo, aconselhamento, cuidados hospício e fundos para aqueles que precisam.”

P.S. Hoje  é dia 22/01/18. Ontem comecei a assitir esse documentários aqui: Energia do Pensamento. MEU DEUS!!! Ainda estou sem palavras para descrever. É um belo resumo do que Louise Hay fez por todos nós.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s