Meditação – E1 – Dicas para começar

Um amigo disse que estava querendo começar a meditar e eu logo pensei nas dicas que sempre ouvi. Queria reunir tudo em um lugar e pensei em matar dois coelhos escrevendo aqui para você também.

Não pensar em nada – Mito

A primeira coisa que atrapalha a criar o hábito de meditar é ficar se esforçando para não pensar em nada. Isso é quase impossível e acaba atrapalhando os vários insights que você pode vir a ter durante a prática. A ideia é deixar os pensamentos fluírem, não julgar, nem se apegar a eles. Apenas observar, como se a sua mente fosse outra pessoa, como se ela fosse algo que não é exatamente você ou seu cérebro. (Só de pensar nisso já dá para meditar por horas :P)

Esse vídeo do Bruno é perfeito para viajar nessa ideia, e ainda por cima, com muito bom humor.

 

Cada vez será de um jeito diferente

Vai ter dias que meditar vai te trazer uma paz imensa, vai ter dias que você não vai querer ficar parado, vai ter dias que vai te deixar triste. Eu já tinha ouvido falar disso, mas nunca tinha me acontecido. Sempre me sentia bem até que um dia, do nada, me senti muito triste e não conseguia entender o motivo. Apenas senti e aceitei. Demorou um pouco para passar, mas espero que tenha servido para limpar algo que eu não estava identificando e que provavelmente estava dentro de mim ou da minha mente. Depois de um tempo assisti esse video da Paula Abreu que explica um dos motivos para isso acontecer:

 

Somente depois de criar o hábito é que você sentirá os benefícios

Pode até ser que você sinta muitas coisas boas logo de cara. Mas o melhor é começar sem expectativas, principalmente porque já foi comprovado cientificamente que a meditação  por um longo período altera algumas áreas do cérebro. Já li várias pesquisas científicas que identificaram mudanças física (crescimento de massa em algumas regiões cerebrais, por exemplo). Achei uma reportagem da veja de 2003 que tem um compilado dessas pesquisas.

Como começar

Vamos logo ao que interessa: você pode começar com meditações guiadas. Eu preferi, principalmente porque é mais fácil se concentrar em algo enquanto você ainda não consegue ser apenas um observador dos próprios pensamentos. Você já sabe como eu gosto da Flavia Melissa, e nada como um vídeo dela para ilustrar essas dicas. Veja esse video:

Pra começar é isso aí!

Depois me conta o que você sentiu.

Beijo!

Sofia

P.S.1 Foto do talentosíssimo André Castellan. Mais fotos no Insta ou no Face!

P.S.2 (Esse é mais um post da série “Cartas para Amigos”) Enquanto esse post estava na fila para ser publicado, falei com ele e ele mesmo me passou esse canal da Amanda Dreher de sugestão. Nem viu o post e já contribuiu! Valeu!

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s