Sobre a Minha Melhor Versão – Será?!

Oieeee!!!

Estava tendo uma crise de abstinência de postar aqui! Me sinto tão próxima contando essas histórias para você que estava com saudade, mesmo não tendo dado uma semana desde a última vez e mesmo postando diariamente lá no Face e no Insta.

Estava escrevendo um texto para um e-book que será lançado em breve (não é só meu, então não posso dar spoilers) e lá eu falo um pouco sobre minha introspecção. Tenho percebido nos últimos tempos que essa ideia que eu fiz de mim mesma me limita muito!

Estou me abrindo e, tal qual o exercício físico, estou ficando viciada na adrenalina que o contato pessoal excessivo me causa. Paradoxal! Como a maioria da população não tem esse problema, vou tentar explicar o que sinto: Saber que eu vou a um evento grande (dez pessoas pra mim já é um evento grande) me causa uma certa ansiedade. Então é mais ou menos como 20% da ansiedade de fazer uma apresentação, se você não gosta de falar em público. Se você gosta, nunca me entenderá, melhor deixar pra lá… (Rsrs 😛 )  Dar atenção às pessoas ou simplesmente conversar, drena minha energia (ou drenava).

No sábado fui a um evento com mais de 200 pessoas, filmando live para um grupo de mais ou menos 600 pessoas. Algumas ao vivo e outras que assistiram depois. Baita desafio!

Depois disso, me abrir escrevendo aqui ficou mais confortável e estava esperando ansiosamente por uma hora para poder parar e fazer isso. O fato de o tempo estar escasso tem a ver com todos esses desafios a que tenho me exposto. Eu sabia que quando começasse teria muita coisa para contar e uma hora seria pouco!

Que delícia! Estou adorando a adrenalina de me expor à novas situações! Depois claro! No caminho do evento eu pensava: porque você foi se comprometer?!

E é isso! Estou comprometida comigo mesma a ser a melhor versão de mim mesma (#flaviamelissa). E pra descobrir qual é essa versão, preciso me expor, preciso descobrir entre as coisas que rotulei, quais são verdade e quais não são. A maioria não é. Sou tímida, contato com pessoas me cansa, fazer vídeos de forma periódica me geraria muito stress, tenho pânico de agulhas, não gosto de acordar cedo, odeio academia, tenho dificuldade de dizer não, sou perfeccionista, sou organizada no trabalho e bagunçada na vida pessoal.

SERÁ!?!?!?!?

Coloquei esse grande será na minha vida e estou questionando tudo, tudo, tudo! Dessas coisas, o que sou de verdade? Já derrubei várias!!! E estou descobrindo que:

EU SEREI O QUE EU QUISER SER!!!

Tem algo mais libertador e mais assustador do que isso? Libertador dispensa explicações porque abro todas as possibilidade que sua mente for capaz de imaginar. E é assustador para quem não está familiarizado com o conceito de autoreponsabilidade. Assusta porque o que você é, o que vai se tornar e as coisas que acontecem com você são inteiramente responsabilidade sua. Não adianta mais inventar desculpa, não adianta mais culpar ninguém!

Estou pensando nisso agora, porque de alguma forma – em alguns setores da minha vida – o que fui, o que fiz, o que acreditei, o que eu queria, não servem mais. Não estou dizendo que estavam errados, que não deu certo, que não aprendi nada e vou deixar tudo pra trás. Não é sobre tirar, é sobre acrescentar! Quero coisas novas, pessoas novas, habilidades novas, experiências novas, para acrescentar ao que já sou, ao que já faço e ao que já sei.

Sinto que estou no caminho de algo maravilhoso e todos os elementos desse caminho tem seu papel. Cada sinal, cada pessoa, cada curtida, comentário, apoio, sorriso, cada folha que cai perto de mim, a chuva que não me assusta mais, a letra da música, a frase do insta, tudo! Escrever pra você faz todo sentido nesse meu momento e acredito que estar lendo isso faz todo sentido para você nesse momento.

Não duvide disso. Confie!

Adoro a frase: “Está com medo, vai com medo mesmo!” E agora estou adotando: “Está na dúvida? Vai com ela!”

Vida é ação! Ficar parado pode até ser a melhor decisão racional, mas o equilíbrio da vida está no movimento!

Beijos!

Com muito amor,

Sofia

P.S. Os vídeos live que eu fiz no sábado não tem acesso público 😦 . Mas fiz alguns lá no face do filosofiasblog nesse mesmo dia, se você quiser ver, passa lá e já dá uma curtida para acompanhar.

P.S.2 O meu maior desafio até agora com certeza foi esse vídeo aqui.

P.S.3 Foto de André Castellan. Sou mega fan! Dê uma olhada no facebook.com/castellan.andre e no instagram.com/castellanphotography/ dele! Inspirador!

Anúncios

Um comentário sobre “Sobre a Minha Melhor Versão – Será?!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s