Medo – E se eu não fugir?

Depois de escrever Medo – Coração ou Razão?, em um momento de lazer, coloquei vídeos do TED para assistir enquanto comia alguma coisa. Na Apple TV não há muito como filtrar e eu prefiro o aplicativo no tablet pois ele permite busca por tema, tempo de duração, etc. Mas, como estava na sala e já com o prato no colo, resolvi assistir aleatoriamente. Lá pelo terceiro vídeo, percebo que o tema é rejeição. Aí percebo que assistir aleatoriamente pode me dar os sinais que eu tenho pedido ao invés de assistir sempre aos mesmos temas. Vou colocar o vídeo lá no final se você quiser assistir depois.

O palestrante Jia Jiang, após um episódio de rejeição percebeu o quanto esse sentimento sempre atrapalhou sua vida. Ele então decide usar uma técnica de dessensibilização para lidar com a rejeição, o que significa entrar cada vez mais em contato com a fonte do seu problema.

Ele então começa um projeto em que, durante 100 dias, ele se propõe a fazer coisas para ser rejeitado propositalmente. É uma jornada incrível considerando que ele não só começa a receber bem a rejeição, como aprende que às vezes, dando continuidade a conversa, ele consegue reverter a rejeição. Ele percebe que perguntando o porquê, muitas vezes o motivo da rejeição não tem nada a ver com o que ele pensa. Outras vezes ele encontra pessoas que se esforçam ao máximo para ajudá-lo, mesmo ele fazendo pedidos sem sentido.

Ele começou a buscar rejeição por ser um sentimento difícil de lidar, e acabou aprendendo várias lições diferentes, que nem imaginava.

Isso me lembra muito a ideia que eu tenho trabalhado de que a missão não é o fim, mas o começo do caminho, a direção para onde eu devo começar a andar mesmo que eu não saiba os próximos passos. Escrever aqui tem me levado por caminhos que eu não imaginava. Receber agora a missão de fazer vídeos é o próximo passo dessa caminhada.

Enfrentando o medo

O Jia Jiang tinha medo da rejeição, mas se propôs registrar-se em vídeo, sendo rejeitado por 100 dias!

Fazer vídeos falando do que eu estou vivendo parece moleza perto disso! Falando nisso, hoje dei mais um passinho nessa nova meta. Fiz cadastro no Periscope! Para quem não conhece, trata-se de uma rede social para vídeos ao vivo, mas que podem ficar disponíveis por até 24 horas. É parecido com o Snapchat e com o “sua história” do Instagram. Essa ideia de que não vai ficar registrado para sempre me empolgou enquanto eu ainda não consigo vencer esse pânico atual.

Não vejo a hora da minha psicóloga voltar de férias. Tenho certeza de que ela vai me ajudar porque ela começou a fazer vídeos também há um tempo atrás. Além de sempre me ajudar a a identificar o X da questão, claro… O que é que está pegando, sabe?

Eu ainda estou me perguntando se é medo de rejeição, medo de crítica, vergonha, medo de me expor, medo de dar liberdade para as outras pessoas entrarem na minha vida, medo que pessoas que eu não conheço me conheçam, medo do sucesso, auto-sabotagem, etc.

Eu realmente não sei, mas conto assim que descobrir.

Se você tem alguma ideia para me ajudar nesse próximo passo ou está vivendo um situação parecida, me conta nos comentários ou pelo formulário de contato no menu lateral. Você também pode me mandar mensagens no Facebook ou Instagram!

Aguardo contatos de incentivo!

Beijos!

Sofia

P.S. Segue vídeo do TED. Vale a pena!

P.S.2 O site do TED está fora do ar agora, enquanto escrevo esse post. Isso significa que ele também pode estar quando você estiver lendo, então vou deixar o nome do vídeo para você poder procurar lá ou no YouTube 🙂 (“O que aprendi com 100 dias de rejeição” ou “What I learned from 100 days of rejection)

Anúncios

Um comentário sobre “Medo – E se eu não fugir?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s