Abundância – Corrente do bem

Acho que eu não poderia achar uma história melhor para recomeçar a segunda temporada da série abundância. Veja a história do Chico nesse vídeo ou no resumo abaixo:

De forma bem resumida:

  • Três crianças com problemas de saúde estavam arrecadando doações para as cirurgias necessárias;
  • Guilherme de 15 anos precisa de um coração mecânico. Quando ele consegue um transplante, doa os R$ 240.000,00 que já havia arrecadado, para a Isabela;
  • Isabela, com gastrosquise, recebe a doação, mas precisa de mais R$ 40.000,00 para completar o valor da cirurgia;
  • O pais de Chico, também com gastrosquise, decidem doar os R$ 40.000,00 do valor que havia sido arrecadado para seu filho, porque assim, Isabela já poderia fazer a cirurgia.

Quantas brincadeiras, jogos de negócios e dinâmicas você já viu com esse principio? Se todos chegarem em um acordo todos ganham, mas existe a possibilidade de alguém tirar vantagem, se dar bem e os outros perderem. Aí o que a gente acha que acontece sempre? Que alguém vai levar vantagem…

Eu mesma acho que é muito difícil achar um grupo em que todos ajam da maneira mais equilibrada e justa sem tentar sair melhor ou “garantir que ninguém sacaneie com eles”. Acaba que para se defender as pessoas atacam e não percebem que estão atacando.

Eu vi essa matéria no site Razões Para Acreditar. O nome já diz tudo né?

Achei essa história o exemplo perfeito da conexão com a abundância. Ninguém condenaria o apego desses pais aos R$ 40.000,00 que eles doaram. Em uma situação em que o que estava em jogo era a vida do filho deles, como ser justo e doar o dinheiro?

Porque é justo?

Situação 1 – Não doa

Resultado – Duas crianças aguardando a cirurgia

Situação 2 – Doa

Resultado – Uma criança curada e uma aguardando para a cirurgia

Olhando somente o lado deles – R$ 40.000,00 mais longe da cirurgia do próprio filho

Realidade – Em questão de dias, a história se espalhou e eles conseguiram arrecadar mais do que o necessário para a cirurgia e agora podem curar o filho e ainda ajudar uma quarta criança.

Resultado – A duas crianças curadas, além do Guilherme e agora a possibilidade de ajudar mais alguém.

Típica situação em que 1+1 não é igual a 2.

Não é o milagre da multiplicação dos pães? É preciso muito desapego para conseguir abrir mão de uma coisa que você acredita que vai salvar a vida do seu filho. Mas acho que não foi desapego, foi amor. Foi perceber que eles poderiam proporcionar à família da Isabela o que eles tanto queriam para eles. Ao dar, proporcionar isso, eles receberam de volta. É disso que o mundo precisa, de mais amor… Abundância de amor! Eles precisavam de uma cirurgia, não de dinheiro! E eles conseguiram dando amor, não dinheiro.

Estou pedindo sinais para que eu possa mostrar que essas teorias malucas funcionam e recebi de presente essa linda história que acompanho há pouco mais de um mês.

Obrigada!

Sofia

Anúncios

Um comentário sobre “Abundância – Corrente do bem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s